segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Minha vida em uma página!


Sou Mirella Ferreira Penaforte,
nasci em Parnamirim – RN no dia 31 de julho de 1988, no Hospital da Aeronáutica
da cidade. Morei lá até os 5 anos, lembro que estudei na escola Abelhinha até a
alfabetização. Apesar de ter nascido no Rio Grande do Norte, grande parte da
minha família é pernambucana, e o meu sonho sempre foi morar no Recife, mas não
consegui realizá-lo tão rápido. Meu pai é militar, e por isso eu, meu irmão e
meus pais fomos morar na cidade de Pirassununga, São Paulo, em 1994.
Lá, eu e meu irmão vivemos uma
infância muito tranquila e divertida! Íamos para a Cidade da Criança, cheia de
brinquedos legais, para o “Laguinho”, onde andávamos de pedalinho, além disso,
sempre brincávamos na rua com os amigos. No Colégio Atena, onde estudei até a
quarta série, sempre tive dificuldades com matemática, mas gostava muito de
escrever e as professoras me incentivavam muito nessa parte. Nessa época era
muito retraída e não gostava muito dos colegas da escola, mas fiz amizades com
os vizinhos, às vezes ainda tenho notícias deles, mesmo depois de tanto tempo.
Em 1998, meu pai conseguiu o que
eu tanto queria, uma transferência para Recife! Chegamos aqui no dia 13 de
dezembro, e foi um dia muito especial para mim! Morei por um tempo na casa da
minha avó e estudei no Colégio Barão de Souza Leão (que não existe mais), uma
escola muito ruim, minha mãe se arrependeu muito de ter me colocado lá! Em 2000
fui para o Colégio Visão, onde estudei da sexta série até o terceiro ano.
Lá fiz muitos amigos, vivi muitas coisas legais
e foi nessa escola que eu conheci o meu marido! Na época, em 2003, ele estudava
no segundo ano do ensino médio e eu no primeiro ano, nos conhecemos porque
fazíamos o mesmo caminho para ir para casa e, depois de muito tempo e
insistência, eu aceitei namorar com ele! Na escola, continuava com problemas
com os cálculos, mas sempre me destacava na área das ciências humanas, gostava
muito de português e tinha muita facilidade para aprender inglês e
principalmente espanhol.
No ano de 2005, prestei vestibular para
Publicidade e Propaganda, era um curso que eu queria muito fazer, mas
infelizmente não passei. Ainda nesse ano, descobri que estava grávida, e a
partir de então, minha vida tomou novos rumos. Em julho de 2006 o meu filho
nasceu, e eu aproveitei esse ano para me dedicar exclusivamente a ele, por isso
não fiz vestibular. Porém, já tinha em mente que o próximo ano seria de muita dedicação
também aos estudos, pois eu queria estudar na UFPE e não iria desistir até
conseguir.
E assim foi, em 2007 fiz cursinho no Contato à
noite, enquanto a minha mãe ficava com o bebê dormindo, e me decidi pelo curso
de Letras, pois era o que mais combinava com as minhas habilidades. Na época do
vestibular eu me senti muito segura, e consegui passar! Ainda no final desse
ano, eu e meu então namorado nos casamos, e a partir daí temos feito muitos
projetos para a nossa família!
Os anos seguintes foram bastante intensos,
cheios de responsabilidades e compromissos, mas contei com a ajuda da família
para conciliar tudo e conseguir estudar, e também me divertir. Hoje, estou
concluindo o curso de Letras, já consegui um emprego na área de espanhol, e,
depois da minha experiência como estagiária no 6º ano A no Colégio de Aplicação,
acho que também estou apta para dar aulas de português!

3 comentários:

  1. Finalmente você postou,né? A demora valeu a pena, adorei a sua sua autobiografia:) Eu nunca ouvi falar dessa Cidade da Criança...deve ser muito legal, né?

    Beijos, Jéssica.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelos comentários, meninas! E Jéssica, a Cidade da Criança é (ou era, não sei se ainda existe) o máximo! Tinha parquinho com casa na árvore, um castelinho com laguinho em volta e pista com uns carrinhos parecidos com os do cart, que a gente andava... enfim, eu adorava ir pra lá com o meu irmão, brinquei muuito! :D

    ResponderExcluir