domingo, 27 de novembro de 2011

Minha Autobiografia

Meu nome é Leonardo Acioli Arruda Sampaio nasci em Recife,Pernambuco no dia 20 de novembro de 1999.Meus pais se chamam Adla Acioli Lins de Arruda e Esmeraldo Cruz Sampaio, ambos são advogados.Sou filho único e estudei em quatro escolas em toda a minha vida,nem uma delas foram tão importantes para mim quanto a primeira que se chamava escola "Crescer" e a atual o CAP.
Para eu entrar no CAP,eu tive que abrir mão das coisas que eu mais gostava, como fazer natação e sair menos para passear,para estudar quase todo dia durante um ano.Mas nas férias de Julho de 2010 faltando menos de 4 meses para a prova, eu fiz a viagem mais inesquecível da minha vida que durou uma semana na Amazônia(foi minha primeira viagem de avião) onde eu conheci Manaus,os botos rosa,o encontro das águas,tribos indígenas,rios como o Amazonas e o Solimoes,conheci museus e teatros... Mas voltando a Recife os estudos continuaram até novembro.
Quando saiu o Resultado da prova,eu estava na casa dos meus avós, todos da minha família vibraram de alegria com o resultado,inclusive eu.
Meus primeiros dias No CAP foram difíceis, pois eu não conhecia quase ninguém,mas depois me acostumei e fiz novos amigos.
Como quase toda a minha família é do ramo de direito,acho que quero ser juiz,embora eu não tenha tanta certeza e ainda falte muito tempo para eu me decidir.



12 comentários:

  1. Léo, ficou massa a sua autobiografia (:

    ResponderExcluir
  2. Léo, parabéns, tá é massa tua autobiografia.
    Ei, tô com inveja (positiva), pois vc conheceu a Amazônia! Eu como futura geógrafa adoraria ter esse privilegio.
    Parabéns garoto!!

    ResponderExcluir
  3. é alohaoihellohi pq tava sem imaginação na hora! rsrsrs o_o''

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkkkkk, pq vc não colocou "Leonardo Acioli"??

    ResponderExcluir
  5. Filho, sempre imaginei o que seria ter um filho ou filha, mas de repente me vi sua mãe, sem tempo para aprender, Deus me deu o extinto materno com o amor incondicional maior do mundo! Simplesmente lhe dei o que de melhor aprendi, hoje, vijo que funcionou, digo sempre as pessoas que conheço o seguinte: Ser mãe é dedicação, uma missão sagrada. As únicas coisas que almejo de você é que seja um verdadeiro homem, com dignidade, espiritualidade, amor, humanidade e trabalho, muito trabalho, pois o mundo precisa de pessoas como você, seja alguém que faça uma diferença social, um mundo melhor! AMO VOCÊ, MINHA VIDA! Sua mãe, Adla Acioli.

    ResponderExcluir
  6. Você é uma mãe maravilhosa. Tenho saudades suas. Te adoro muito.

    ResponderExcluir