quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Fernando Dias: “Ser criança é poder sonhar sem as amarras do tempo”

O entrevistado Fernando Dias comenta sobre a sua infância.

Hoje em dia é comum ver crianças navegando na internet, assistindo televisão ou jogando vídeo game. Mas há algum tempo atrás as crianças se divertiam de um modo bastante diferente. “Adorava jogar futebol, bolinha de gude e empinar papagaio”, comenta o engenheiro de 47 anos, Fernando Dias.

Entrevistado por Milena Dias, Fernando comenta sobre sua infância e como esta era diferente em relação a infância das crianças atualmente, além de falar sobre o significado da palavra criança.

Confira abaixo a entrevista com Fernando Dias:

Milena Dias: Como foi sua infância?

Fernando Dias: Na minha infância eu brincava e estudava bastante. Adorava jogar futebol, bolinha de gude e empinar papagaio.

Milena Dias: Onde você estudava?

Fernando Dias: Estudava no Instituto Pedro Augusto, um colégio muito antigo, que nem existe mais.

Milena Dias: Para você, a sua infância foi diferente em relação a infância das crianças de hoje?

Fernando Dias: Muito. No meu tempo as pessoas brincavam na rua, não tinham medo da violência e não existia computador.

Milena Dias: O que você tem a comentar sobre a frase “ser criança é ser feliz” ?

Fernando Dias: Nem sempre é verdade. Às vezes as crianças são menos felizes que os adultos.

Milena Dias: Para você, qual o significado da palavra criança?

Fernando Dias: Ser criança é poder sonhar sem as amarras do tempo.

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A definição que o entrevistado deu para a palavra criança ficou muito boa e poética... Acho que define muito bem essa fase da vida. =D

    ResponderExcluir
  3. Denys Souza Pereira22 de novembro de 2011 18:20

    "Ser criança é poder sonhar sem as amarras do tempo" é interessante notar que a criança aqui nao se limita a condição física do ser humano. Muito bom a definição, uma visão mais ampla e profunda do que é ser criança. Podemos perceber também, assim como nas outras entrevistas, a mudança de comportamento de hábitos das crianças, em face a atual sociedade. Gostei da entrevista, e principalmente por ter me dado a oportunidade de refletir sobre o conceito em questão. Boa escolha Milena. Parabéns, muito bom.

    ResponderExcluir