terça-feira, 8 de novembro de 2011

Conhecendo a Infância

Ana Cláudia, mãe de apenas uma filha, Taísi, nasceu em São Lourenço da Mata, em 20 de janeiro e é professora. Essa entrevista foi feita com objetivos de conhecer um pouco sobre sua infância. "A criança tem muitas expectativas em relação ao seu futuro" - diz Ana.
Confira abaixo a entrevista.


Taísi: Pra você, o que é ser criança?
Ana Cláudia: É ser uma pessoa ( risos ). É iniciar a vida, é brincar, estudar, é depender do pai e da mãe.


Taísi: O que você acha do meu conceito de criança? ( ser pequeno com grandes sonhos ).
Ana Cláudia: É apropriado, porque a criança tem muitas expectativas em relação ao seu futuro. Você tem algum sonho? ( risos ). Só se for de brinquedos. Esse sonhar é relacionado a imaginar. O sonho da criança é o descobrimento do mundo. Criança é inocente, ela só imagina.


Taísi: Você foi bem na escola quando criança?
Ana Cláudia: Muito bem. Eu gostava muito de fazer as tarefas, principalmente redações sobre as férias, porque é muito bom né? ( risos ). E também de desenhar uma casinha com uma cerca e um lado cheio de patinhos.


Taísi: Algum professor marcou sua infância? Qual?
Ana Cláudia: Sim. A diretora do colégio, a professora Loreta do catecismo e Dona Neide, da quarta série, que já morreu.


Taísi: Na sua infância houve algum fato marcante?
Ana Cláudia: Uma queda de bicicleta. Eu tinha 9 anos e ainda tenho as cicatrizes nos 2 joelhos.


Taísi: Você fazia muitas travessuras?
Ana Cláudia: Não.


Taísi: Você tinha algum brinquedo especial?
Ana Cláudia: Uma boneca de cabelo preto e olhos verdes. Eu amava muito minha boneca (risos).


Taísi: Você sofria bullying?
Ana Cláudia: Às vezes sim, me chamavam de "Ana Banana".


Taísi: Se pudesse voltar no tempo, voltaria até sua infância? Porquê?
Ana Cláudia: Sim, voltaria. Porque a infância é muito boa, é uma fase em que não se tem noção de nada. Uma fase sem noção (risos). Hoje, não. Porque vocês são muito sabidos. Eu só tinha noção de que poderia perder meus pais.


Por: Taisi Rodrigues :3

4 comentários:

  1. Quem nunca caiu da bicicleta?! rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a entrevista. Oh, Taísi, tua Ana não fazia muita travessura? Pois as que conheci, aprontavam todas. Abraço! Sou colega de Sheyla e Mirella.

    ResponderExcluir
  3. KKK, não Deyvid. Pelo menos ela disse que não, mas se eu conheço bem a minha mãe, eu acho que ela aprontava sim.
    Tem razão Sheyla.
    Obrigada Gabriel.

    ResponderExcluir