segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Bomba de flores!



                O livro O menino de dedo verde está no meio das obras de Maurice Druon, nascido no dia 23 de abril de 1918, como Os reis malditos, A rainha estrangulada e o Rei de ferro, mas O menino do dedo verde foi o único livro dedicado a um grupo infanto-juvenil no ano de 1957.
                Tistu era um menino feliz, recebia o agrado e luxo do Sr. Papai e da Dona Mamãe, que moravam na Casa que brilha, na qual tudo brilhava. Sua família era bastante conhecida, pois seu pai era dono da famosa fábrica de canhões da cidade de Mirapólvora.
                Tistu não parecia um menino normal, ele foi expulso do colégio após dormir nas monótonas aulas. Após breves aulas de cidadania e vida com o gerente da fábrica de armas, Sr. Trovões e o sábio jardineiro Bigode, Tistu descobriu que tinha o dedo verde.
                Depois de aulas com o Sr. Trovões, Tistu fez jardins transformarem favelas em pontos turísticos.Fez as mais belas flores brotarem no quarto de uma pobre menina doente, que já não parecia tão triste. Trouxe novamente a liberdade dos animais no zoológico e com muitas trepadeiras e plantas espinhentas, Tistu também evitou uma guerra.
                Depois de tantas coisas boas, a missão de Tistu terminara na terra, O garotinho que não parecia normal, realmente era diferente. Após a morte do Bigode, seu fiel conselheiro, Tistu construiu uma escada de flores e subiu para não voltar mais! De manhã,quando todos gritavam pelo nome de Tistu, perto do pônei Ginástico, letras formadas de botões dourados vindos das flores diziam: TISTU ERA UM ANJO!
                Essa história é linda, vendo por outro lado, percebemos que todos nós temos uma missão na terra, e que nós podemos fazer nossa parte para um mundo melhor.
               
               
                Amanda Moraes

2 comentários:

  1. ta ótimo amanda . parabéns pela resenha muito bem feita!!

    ISABELA E JÉSSICA AQUI (NOLABORATORIODEINFORMÁTICA,KKK)

    ResponderExcluir